18 de maio de 2011

Simply a Quilter!

Um dia desses, meu marido me deu uma GRANDE idéia. (ADORO!) Por que não entrevistar minhas amigas quilteiras aqui de Houston, a fim de mostrar ao mundo, através do PDP,  como o patchwork se desenvolve no cotidiano de uma americana? Minha Nossa Senhora das Cabeças que Funcionam, como eu não havia pensado nisso antes?!



Já perdi as contas de quantos e-mails eu recebo, perguntando-me sobre como se desenvolve o patchwork aqui onde moro. Claro! Se eu estivesse no Brasil ou em qualquer outra parte do mundo, lógico que eu também teria esse tipo de curiosidade sobre a "terra do quilt".


Iria querer saber como essa arte é vivida aqui no Estados Unidos, como seriam os estúdios e lojas do ramo, que tipo de projeto as quilters americanas gostam de fazer, o que se expõe nos populares “Mostre e Fale”, o que se lê sobre o assunto, que informações elas gostam de trocar quando se reúnem, enfim, uma séria de perguntas que, certamente, eu me faria se eu estivesse fora desse contexto.
E quando eu me refiro às quilteiras americana, não estou falando das famosas dos livros e revistas que todas nós conhecemos e tietamos. Não mesmo! Meus questionamentos seriam  por conhecer a arte das pessoas comuns, quilters simplesmente, iguais a mim e a você, que nunca tenham publicado um livro ou exposto em grande festival, mas que também são protagonistas na construção da identidade cultural de um país. Gente que, embora não sendo nenhuma celebridade no assunto, também tem muito a nos mostrar e a nos ensinar. Artesãs dos tecidos puro e simples!


Pensando nisso, é com muita alegria que inauguro a série Simply a Quilter, uma sucessão de entrevistas que farei com meus próprios amigos aqui de Houston, a fim de que eles falem um pouco sobre a sua relação com patchwork. A ideia é fazer desses posts uma mostra viva de experiências culturais, permitindo que vocês, do outro lado da tela, vivenciem, ainda que virtualmente, uma outra realidade dessa arte dos tecidos e possam, com isso, expandir suas fronteiras a horizontes muito limitados pela criação do nosso imaginário.

A série de entrevistas começará amanhã, isso mesmo, no próximo post, e não tem previsão de término. Enquanto houver amiga quilteira em "Terras de Tio Sam", aqui estarei eu, falando sobre elas e divulgando seus lindos trabalhos com todo o prazer e orgulho que elas merecem.

Espero que vocês gostem e que tudo isso lhes sirva como mais uma rica fonte de inspiração! Afinal, se é patch, deixa vir que nós queremos! (rsrs...)

Bjs carinhosos e até o primeiro Simply a Quilter!

10 comentários:

Ivani disse...

Maravilha! Vou adorar conhecer o cotidiano e a realidde das quilters normais (não famosas) e ver seus trabalhos. Já estou de plantão aguardando o 1° post do Simply a Quilter!
beijos

deise CRAFTS... disse...

Olá querida!
Adorei a idéia... tenho essa curiosidade!
Vou acompanhar tudinho!
Beijos!

De Minas, Uai disse...

Adorei a idéia! estarei a postos lendo tudinho! aliás, estou precisando da proteção da Nossa Senhora das Cabeças Funcionando! (é esse o titulo dela né?) bjos jeanine

Claudia disse...

Vai ser um sucesso, tenho curiosidade sobre o quilt nos states. Principalmente quando tu mostra as lojas, as fotos do grupo, revistas. Quanta coisa vem na minha cabeça.
Com certeza vou acompanhar.

bjs
Cláudia Oliveira

Simone disse...

Mari, que marido presente e inteligente!!! Nossa! A ideia dele é simplesmente demais. Já pensou? Eu vou saber tudinho que se passa no berço do Patchwork?
Estou adorando a possibilidade de ler seu blog como um diário, todos os dias será minha página inicial.
Parabéns aos dois, e já estou de plantão..
Bjs

Márcia C. disse...

Adorei a idéia!!
Também sou muito curiosa, e tenho muitas fantasias.
Uma delas tu já até respondestes, eu achava que ai as maquinas de costuras eram todas baratinhas em relação aqui.
Com certeza vou descobrir muitas coisa incríveis e ter muitas idéias novas .

Bjos.

Márcia C.

Pontos com Arte disse...

Seu marido está realmente sintonzado com você !!!! Diga a ele que a idéia é fantástica e vem ao encontro de nossa curiosidade!!!!
Já te acompanho sempre,mas agora é que não te largo mais, rsrsrs
Bjs
Cecilia

Nina Dias disse...

Minha Mari queridinha, você e seu marido são geniais. Menina estou curiosa desde já! Cadê ? Me mostra que quero ler!!!
Olhâ você me deixou na expectativa dos posts que virão!! Beijão Nina

Regiane Artesanatos disse...

Fantástica idéia!!!! Já amei! Mari, muito obrigada pela visitinha e comentários. Estive tentando e tentando te deixar um recadinho, mas minha internet resolveu dar uma de preguiçosa e nem mesmo meu e-mail ela quis abrir. No blog eu já fiquei mais esperta: agora, quando a net tá boa eu já programo várias postagens, assim o blog não fica tão abandonado...tadinho.
Bjos e até a próxima!

claudia becker disse...

SENSACIONAL, já bizoiei um pouco pq cheguei só agora por aqui, vou ler tudinho com calma amanhã.

Te devo msgs no email, tb ficou pra amanha.

Ah amiga, te gosto tanto.... se cuida e vitamina C!!!!!

Beijos e carinho da amiga

CRAW