9 de junho de 2011

De repente, não mais do que de repente... BINGO!

Ontem, a luz das idéias me acendeu na "mufa".


A história é a seguinte... bem, na verdade, nem era para eu contar nada ainda, pois era para ser uma surpresa, mas quando vocês virem as fotos entederão porque seria impossível mostrar o trabalho sem revelar para quem ele está destinado.
Enfim... vamos lá!
Há muito tempo, eu e uma amiga decidimos "brincar" de troquinhas sazonais. Na "brincadeira", o trato era de sempre colocar na caixinha alguma coisa que fosse feita por nós mesmas, a fim de tornar o troca-troca algo menos consumista e mais artístico. ADORO!
Pois bem, tão logo o grito de "Valendo!" tenha sido dado, minha querida amiga foi rápida no gatilho. Pá-Pum. Não demorou muito, cá estava o carteiro batendo à minha porta. Incrível! Se de fato se tratasse de um duélo, Minha Nossa Senhora dos Lentos e Lerdos, eu já teria partido desse para o mundo do já era.
Preciso dizer mais alguma coisa?  ...  Lógico! CALOTEI TOTAL. Que vergonhaaaaaaaaaaaaa!!!


Juro DE VERDADE que não foi esquecimento nem falta de consideração. O problema foi que todoas as idéias que me vinham a cabeça não me agradavam de fato. Sabe aquela velha história do "quero algo que não sei o que é"? Pois é! Esse era o meu dilema. Queria algo que, assim como o que ela fez para mim, também fosse inspirado em mim mesma, que tivesse um significado próprio e único e que pudesse "falar" por si só. Brilhante! Mas e a idéia que não vinha?!E o meu carão de falar com a minha amiga todo esse tempo, sabendo que ainda não havia cumprido com a minha parte no trato. Não! Péssimo, eu sei. Ai... melhor nem comentar. Terrível! É tudo o que eu tenho a dizer sobre isso. (rsrsrs...)
Mas ontem, assim de repente, não mais do que de repente, BINGO, a grande idéia surgiu!


Mataram a curiosidade para saber quem é a tal amiga?! (rsrsrs...) É você mesma, Craw!!! Ufa, demorei, mas não falhei, heim amiga! (rsrsrs...)
Mas, voltando ao mug rug, optei por fazer algo que sugerisse a minha atual realidade de viver dividida entre duas bandeiras. Nessa tentativa, achei que a técnica do Log Cabin seria a escolha ideal.
Reza a lenda que esse tradicional bloco em patch tenha sido criado para representar as antigas cabanas dos colonos americanos feitas em toras de madeira. Daí a sua nomenclatura "Cabana de Toras". O quadrado central simboliza a lareira ou a lamparina que, quando acesas, aqueciam o ambiente. Por isso a tradição de sempre ser construído nas cores vermelha ou laranja. As tiras que se entrelaçam em volta do centro, por sua vez, representam as toras que estruturavam a cabana. Em geral, elas se dividem em dois lados bem definidos: um claro e um escuro, os quais, em sua simbologia, traduzem, respectivamente, a luz que ilumina a cabana e a sombra que essa iluminação produz.


Um bloco perfeito para o meu "projeto biográfico". De um lado, as cores da bandeira brasileira; do outro, as cores da bandeira americana e, no meio, um coração fervilhando de emoções.


As aplicações foram feitas usando termocolante e caseado à máquina. Para o quilting, usei linha transparente e costura reta à 1/8 da vala da costura. A mesma distância foi dada no contorno das aplicações.




E todo seu, Craw! Tomara que você goste, pois carinho é que não faltou para fazê-lo, apesar do pequeno atrasado no prazo de entrega. (rsrsrs...)


Bjs, pessoal, e até a próxima postagem!

14 comentários:

claudia becker disse...

Chuiffsssss, tô emocionada demais..... é tão lindo e representa tanta coisa. Ah danada, mexeu com minhas emoções.....
eu já estava indo dormir, agora vou dormir com anjos, xô voltar ali e continuar olhando. Amanha eu volto olhar e comentar mais. Querida, te amo mais.

:)

claudia becker disse...

é tão alegre, ai... o meu nominho ali.... todo colorido, que LINDEZA!!!!!! ADOREI!!!!

Vou surtar!!!!

De Minas, Uai disse...

Aí Craw!!!!!! que luxo! lindo demais! a ideia traduzida no patch e a execução! Muuuito bacana!
Mari, essa linha transparente que você usou, que marca é? Já ouvi discussão sobre clear threads e disseram que é dificil de arrematar. É verdade?
bjos jeanine

Ana Maria Grecco disse...

Que trabalho mais lindo Marilinda!!!! Muito fofo mesmo! Parabéns...beijocas!

Claudia disse...

Mari, está lindo!
Adorei as cores e o padrão.

Abraços
Cláudia

Ana disse...

Quanta historia em um pequeno mimo, que lindo.
Vc conseguiu traduzir o que sentia sem pressa.
parabéns pelo capricho dos seus trabalhos
Adorei o quilt na volta do coração, ficou perfeito
Bjus

deise CRAFTS... disse...

Mariiiiiiiiiii!!!!
Amei de paixão... quanto capricho!
E os detalhes... maravilhoso!
Esse caseado foi feita à máquina... meu Deus que maravilha!!!!
Sua amiga deve estar radiante!
Beijos! ^.^

Marina Rodrigues disse...

Mari, que lindoooo! Que idéia brilhante. Valeu a pena a demora rsrs

Bjs!!!
Marina

claudia becker disse...

É lusho!!!!!!

Já vim olhar varias vezes hoje, ai que bom que vc postou, estou fazendo faxina, mas nao aguento vir aqui olhar.... Esse coração é tao lindo, o arco iris logcabin multinacional, confetes, alegria, uma historia dentro dele.

MARI, é bem assim o coração da nossa amizade, fofo, bem feitinho, e tão cheio de historias.

Mais beijos!

Teresa Silva disse...

Very cute!

Nina Dias disse...

Minha querida Mari, menina sapeca! Tento não rir dos teus posts , mas é impossível! Eu abro o blog já com um sorriso no rosto, porque sei que você, vai me fazer rir!! Lindo o Mug Rug ( ainda vou fazer, não sei quando!!)A Craw vai pular de alegria com todo esse colorido lindo!! beijão Nina
P.S.Obrigada querida pela visita carinhosa!!

Cleuza disse...

Mari
Obrigada por fazer a nossa Craw feliz!
Bjs

Rose Moreira disse...

Amiga voce é de muito bom gosto, e muito caprichosa, parabens!!
abraços
Rose

Lady Lisbon disse...

Oi, Mari! Cheguei aqui pelo blog da Craw. Olha, que trabalho maravilhoso, deu muito gosto de ver os detalhes. O coração ficou lindo, e os poás são só alegria. Parabéns pelo seu trabalho e tenho certeza de que a Craw amou! Quem não amaria, né?