18 de março de 2010

Quando vi, me apaixonei!

Fiz a assinatura da Revista Fons & Porter`s - Love of Quilting. Trata-se da revista mais vendida do ramo aqui nos Estados Unidos. Marianne Fons e Lins Porter são as editoras chefes e donas da marca Fons & Porter`s. Além da revista, elas também são protagonistas em diversos vídeos e programas de patch. Todos estão disponíveis para venda no seu site e, para quem tiver interesse, o link do mesmo está disponível na lista dos sites recomendos por mim. Eu já assisti vários deles e posso dizer, com toda certeza, que estão sendo de GRANDE ajuda nessa minha empreitada.
Uma dica que dou para quem quiser entrar para o mundo do patch é comprar as réguas da marca Fons & Porter, pois elas vêm com a explicação impressa das diversas formas de se utilizar a ferramenta. Eu mesma dou sempre preferência por comprá-las e, embora sejam um pouquinho mais caras, vale a pena pela tal "aulinha impressa".
Bem, mas o assunto deste post não é propriamente falar sobre a Fons & Porter`s, mas sim contar como cheguei, através da revista, à idéia de uma das minhas criações: o meu primeiro serviço de mesa.
Tudo começou no mês em que recebi meu primeiro exemplar da revista, edição novembro/dezembro de 2009. Ao folhear suas páginas e viajar em cada uma delas com tudo o que via e lia, uma, em especial, me chamou atenção: a página 61. Era uma propaganda de um club de quilters, aqui dos Estados Unidos, chamado Thimbleberries. Eu não conheço o club, nem sei nada a seu respeito, mas a imagem que eles usaram para a sua propaganda me encantou. Trata-se de um quilt construído por blocos com motivos campestres (casinhas, cercas e árvores) e todas as formas surgiram pela junção de figuras geométricas. Quando vi, me apaixonei! Queria porque queria fazer algo parecido. A propaganda não dava o modelo nem o passo-a-passo de como fazer a obra, então tive que deduzir, mais uma vez com a ajuda da minha intuição, os meios pelos quais poria em prática o meu desejo. Resolvi fazer um serviço completo para mesa, com porta travessa, pano para bandeja, descanso para talheres... essas coisas. Foi meu primeiro grande desafio, vejam porquê:



Da esquerda para a direita, de cima para baixo, tem-se pano de bandeja, descanso para cafeteira, descanso para duas travessas e descanso para talher. O desafio do trabalho se deu porque a técnica utilizada no projeto não era apenas a de junção de quadradinhos, mas também a de diferentes formas geométricas para as quais eu precisei usar réguas especiais de corte. Lógico que tive que deduzir quais seriam as réguas e como usá-las naquele projeto, afinal eu não tinha um passa-a-passo para me guiar. Foi quando usei pela primeira vez a Flying Geese Ruler e a Half and Quarter Ruler (Infelizmente, eu não sei qual é a tradução usada no Brasil para essas réguas.). Como sempre dou preferência por comprar as réguas Fons & Porter`s, tive apenas a ajuda da instrução de uso vinda com as mesmas e afirmo que foram fundamentais para que eu conseguisse por em prática meu trabalho.
Não ficou exatamente igual à foto da revista, mas a graça do negócio é você dar a sua impressão pessoal sobre um modelo disponível a todos os olhos e mãos.
Ainda não usei o jogo, mas espero fazê-lo em breve. Não vejo a hora!!!
Bjs e até a próxima postagem!

2 comentários:

As Tavares disse...

Mari,
teu trabalho está show!
Visite um site que indico no blog: quilter´s casher.tem o prejeto e as polegadas que vc quiser. São mais de 700!
beijos

Mari disse...

Oi, Tia!
Que bom que gostou!!! Aos poucos, vou postando o que ainda falta.
Eu vi o site e realmente é MUITO bom!!! Já coloquei nos meus recomendados. Muito obrigada pela dica!!!
Bjs esaudades!