8 de junho de 2010

"Mãe [...] apenas menor que Deus!"

"Para louvar a nossa mãe,
Todo bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer"
(Mário Quintana)

Como é bom ter a nossa mãe BEEEEMMM pertinho da gente! E quando a mãe se torna vovó, aí nem se fala... Para mim, é a PAZ apimentada pelo FRENESIM; é a FORÇA amolecida pela DOÇURA; é a EXPERIÊNCIA fantasiada pela INOCÊNCIA. Ai, ai... é estado TOTAL de graça!!!
E essa foi a razão do meu desaparecimento: a chegada da minha mãe a nossa casa. A expectativa era tão grande que, um determinado momento, já não mais contava os dias, mas sim as horas para o avião pousar e, por fim, termos o prazer de tomar o café da manhã de sábado em sua companhia. Com ela por perto, o café fica mais gostoso, o pão mais cheiroso e a manteiga mais saborosa, deixando o resto do nosso dia MUITO mais feliz!!!
Lógico que essa visita rendeu um trabalho feito por mim para ela: uma colorida almofada de tulipas em patchwork! A idéia de presentear minha mãe com uma almofada surgiu muito antes de eu saber que ela viria à Houston. Na verdade, havia pensado nesse presente somente quando eu fosse ao Brasil, em agosto desse ano, mas, uma vez ela vindo para cá antes disso, achei que seria uma ótima oportunidade de antecipar o agrado.
Tudo começou quando, um certo dia, folheando a  revista Fons & Porter`s, edição março/abril 2010, me encantei por um lindo trabalho chamado Dutch Treat de autoria de Patti Carey. Tratava-se de uma bela colcha tamanho casal, composta por inúmeros blocos construídos sob forma de tulipas coloridas, as quais eram dispostas em quatro cores diferentes: azul, roxo, rosa e amarelo. Tanto o design quanto o colorido daqueles blocos me chamaram muito a atenção e uma das primeiras coisas que pensei, ao ver aquela beleza de trabalho, foi numa maneira de transformá-lo numa bonita almofada para a minha mãe ter em sua sala. Assim como eu, a minha mãe adora tons fortes e os referidos blocos de tulipas permitiam uma alegre e harmoniosa criação de cores.
Precisei de dois dias para a almofada ficar pronta, mas, até chegar ao resultado final, o trabalho passou por várias etapas de construção.
No meu caso, primeiro eu faço um esboço do projeto, quando papéis e lápis se tornam fundamentais. ADORO esse momento!!! Sou capaz de passar horas a fio só nos croquis, definindo estilos, cores e tamanhos.




Depois, eu escolho dos tecidos. Nessa etapa, bom gosto e bom senso fazem TODA a diferença!!!



Feito isso, é só arregaçar as mangas e mãos à obra. O resultado fica a cargo do amor pelo que se está fazendo e muita paciência.




De todos as almofadas que fiz até hoje, sem dúvida, essa foi a que mais gostei! Como disse, eu adoro o colorido das coisas! Tomara que minha mãe, ao receber esse presente, possa sentir a alegria que tive em fazê-lo. Não por ser um dos meus favoritos, mas sim pelo meu carinho que tive a cada junção de pedacinhos, pois, em todos eles, eu só tinha uma coisa em mente: meu amor e gratidão por ela ser ela.
Te amo, mãe! Obrigada por estar aqui conosco por mais essa vez!
Bjs e até a próxima postagem!

8 comentários:

Jamie Mueller disse...

Mari,
This looks awesome!! great job!!
love ya!
Jamie

Fernanda disse...

Mari!!!! Amei a almofadaa!!!! super animada!!!
linda!!!
parabéns!!!
beijos da prima

Eliana Zerbinatti... disse...

Oi, Mari. Concordo com você, querida. Mãe é tudo de bom. Eu fiz recentemente uma capa para minha máquina, onde coloquei um quadrado bordadinho. É uma máquina de costura com um ramo de roseira em flor e os dizeres "Obrigada, mamãe,por ensinar-me a costurar". Minha mãe me ensinou a bordar, a costurar, a fazer crochê e tricô. Tenho viva na memória uma cena dela costurando na sua Singer verdinha colocada bem em baixo da janela do grande quarto que eu dividia com minhas irmãs e nós ao redor, "reinando" com os retalhinhos que ela nos dava pra brincarmos de imitá-la.
Curtam muito esses dias e aproveitem bastante, você e o Daniel, principalmente. Amor de mãe e de avó é benção que enche o coração de alegria e ternura.
Beijos

Mari disse...

Thank you, Jamie!!!
You are such a sweat heart!!!
BIG Kisses,
Mari

Mari disse...

Obrigada pelo recadinho e pelo carinho, prima!!!
MUITOS beijos!!!
Te amo,
Mari

Mari disse...

Tia Lili querida!
MUITO bom receber um recadinho seu!!!
Estou curtindo ao máximo a mamãe aqui. Mãe por perto é TUDO de bom!!!
Fiz propaganda do seu DVD no blog, vc viu?! Vc merece TODAS as propagandas!!!
Bjs,
Mari

CRAW disse...

maravilhosa Mari, gostei muito, vc escolheu muito bem essas cores! Não tenho duvida que de perto deve ser mais linda ainda. Vc jura que tem duvida de tua mae perceber esse amor todo????

E olha só, c om direito a historinha da tia Lili, adorei ter vindo xeretar aqui tb, rsrsrs.

Adoro ver teus trabalhos viu!
Apesar que tanta organizacao chega a me dar nos "neuvos"!!!!
:D

Mari disse...

MUITO obrigada, Craw!
Ri muito com seu comentário sobre a organização. kakaka... Vc sabe que, as vezes, eu mesma sofro com essa minha neurose. Tudo ficaria mais fácil se eu não me atentasse tanto para isso...Juro! rsrsrs...
Bjs, querida!
Mari